Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seguro coloca ordem constitucional em causa com moção não consumada, acusa PSD

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 mar (Lusa) - O PSD acusou hoje o secretário-geral do PS de colocar a ordem constitucional em causa com o "anúncio não consumado" de uma moção de censura e questionou se Seguro estará à espera da decisão do Tribunal Constitucional.

Numa declaração à agência Lusa, a vice-presidente do PSD Teresa Leal Coelho reagiu ao facto de António José Seguro ter afirmado que a moção de censura do PS ao Governo iria ser apresentada "nas próximas semanas, com certeza", horas depois de dizer ao primeiro-ministro, no Parlamento, que o seu tempo se tinha esgotado.

Teresa Leal Coelho acusou o secretário-geral do PS de estar a "pôr em causa os mais elementares valores e princípios constitucionais" e questionou: "Estará António José Seguro a pretender, com o anúncio não consumado da apresentação de uma moção de censura, condicionar o Tribunal Constitucional na sua deliberação relativa ao Orçamento do Estado?".