Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Securitas reduz horário de trabalho para quatro dias a 210 funcionários na Madeira

Lusa

  • 333

Funchal, 05 fev (Lusa) -- A Securitas anunciou hoje a redução do horário de trabalho de cinco para quatro dias a 210 funcionários na Madeira durante seis meses, justificando a medida com a perda de algumas portarias e com dívidas da Administração Pública.

"A empresa tomou esta decisão para proteger o interesse dos colaboradores e evitar, dessa forma, a cessação definitiva do vínculo profissional com os mesmos", informa um esclarecimento da Securitas, empresa internacional que presta serviços de segurança privada, assegurando ter a situação salarial e contributiva "em dia para com os colaboradores e para com a Segurança Social", não estando em causa o pagamento de salários.

Esta decisão seguiu-se a uma reunião, na segunda-feira à noite, com a comissão dos trabalhadores abrangidos pelo processo de "lay off" (redução temporária dos períodos normais de trabalho) na filial da Madeira, com vista a negociar as condições do processo.