Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Secretário-geral do PS desafia FMI e Governo português a "passar do arrependimento à ação"

Lusa

  • 333

Londres, 06 Jun (Lusa) - O secretário-geral do PS desafiou hoje hoje o FMI e o Governo português a "passar do arrependimento à ação", defendendo o pagamento pelo executivo de três mil milhões de euros em atraso a fornecedores para ajudar a economia nacional.

"É importante que o FMI reconheça os seus erros, mas não bastam os arrependimentos - é necessário passar do arrependimento à ação", comentou hoje António José Seguro a propósito de um relatório do Fundo Monetário Internacional divulgado na quarta-feira.

Neste documento, a organização reconhece que o primeiro plano de resgate da Grécia em 2010 se saldou por "falhanços notáveis", devido a previsões de crescimento demasiado otimistas e a desacordos internos na 'troika'.