Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Secretária de Estado do Turismo diz que há margem para racionalização nas entidades regionais

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) -- A secretária de Estado do Turismo, Cecília Meireles, afirmou hoje que há uma margem significativa para a racionalização nas entidades regionais do setor, à semelhança do que o Governo e o Turismo de Portugal fizeram.

"É fácil de perceber que quando se pensa que se tem cinco entidades regionais de turismo, seis polos de desenvolvimento turístico - tudo no território de Portugal continental -, quando têm a vários títulos mais de 100 imóveis, quando cada uma destas entidades tem duas, três e mesmo quatro delegações, quando tem 10 ou 11 departamentos ou mesmo 16, é fácil perceber que há aqui um espaço largo para racionalização", afirmou Cecília Meireles à Lusa.

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros a extinção dos seis polos de desenvolvimento turístico, naquilo que a secretária de Estado do Turismo considerou uma "reforma histórica".