Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Secil avança com despedimento coletivo de 56 trabalhadores para reduzir custos

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 out (Lusa) -- A Secil vai avançar com um processo de despedimento coletivo, que abrange um total de 56 trabalhadores, decorrente da "inquestionável necessidade de redução da dimensão da estrutura e dos custos", disse à Lusa fonte oficial da empresa.

Questionada pela Lusa, a empresa de cimentos, detida maioritariamente pelo grupo Semapa, confirmou ter apresentado hoje aos trabalhadores um plano de redução de pessoal que envolve as fábricas do Outão, em Setúbal, de Maceira, em Leiria, e de Pataias, em Alcobaça, que abrange um total de 56 trabalhadores.

"O despedimento coletivo, mecanismo legal que foi adotado, garante o melhor enquadramento dos trabalhadores na situação de desemprego e assegura integralmente o cumprimento dos seus direitos", adiantou à Lusa fonte oficial da cimenteira, que emprega cerca de 700 pessoas.