Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Se Deus quiser... e com sorte, Angola ganha Mundial de hóquei" -- voluntária Maria da Luz

Lusa

  • 333

Camama, Angola, 20 set (Lusa) - Maria da Luz tem 44 anos e é um dos 174 voluntários que está a ajudar na organização do Mundial de hóquei em patins, que hoje começa em Luanda, sonhando com um triunfo da equipa da casa.

"Se Deus quiser... e com sorte, Angola ganha Mundial", afirma, convicta, no intervalo de colocar em cada uma das 12.720 cadeiras do novo Pavilhão Multiúsos de Luanda uma camisola de promoção da prova, com a mascote, batizada Kaissarinha, impressa.

Maria da Luz trocou neste período de duração da prova o desemprego pelo trabalho voluntário, no apoio à organização da prova, que as autoridades angolanas desejam seja um marco de sucesso, quanto mais não seja porque é a primeira vez que se disputa no continente africano.