Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

SCUT: Empresa de Vila Pouca de Aguiar queixa-se de aumento de 20 por cento dos custos

Lusa

  • 333

Vila Pouca de Aguiar, 08 dez (Lusa) -- A empresa Granitos Ribeiro, em Vila Pouca de Aguiar, viu disparar as despesas com a introdução de portagens na Autoestrada 24 (A24) há um ano, as quais representam um custo de 1.500 a 2.000 euros por mês.

O granito é também um setor que está em crise. Às quebras na construção em Portugal e em Espanha e ao aumento do preço dos combustíveis juntou-se no final do ano passado mais uma dificuldade: a introdução de portagens nas antigas SCUT (Sem Custo para os Utilizadores). A A24, que liga Viseu a Chaves, passou a ser paga a 08 de dezembro de 2011.

Domingos Ribeiro, da Granitos Ribeiro, disse à agência Lusa que a sua empresa sentiu uma subida de "cerca de 20 por cento nos gastos", precisamente por causa das portagens.