Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde terá "discriminação positiva" em novos cortes orçamentais - ministro

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 dez (Lusa) -- A saúde vai ter uma discriminação positiva em próximas restrições orçamentais, garantiu hoje o ministro da tutela, Paulo Macedo, adiantando que o Governo considera o Serviço Nacional de Saúde "essencial" ao Estado Social.

"A saúde será protegida dentro destas restrições orçamentais, dentro destes ajustamentos que temos que fazer haverá uma discriminação positiva", declarou o ministro aos jornalistas, no final de uma conferência sobre financiamento em saúde que decorre hoje em Lisboa.

Paulo Macedo avisou, contudo, que há áreas que terão de ser alteradas ou reduzidas, sublinhando que o atual sistema é demasiado centrado nos cuidados hospitalares.