Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde: Sindicato dos médicos diz que "para já se mantém motivo da greve"

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 jul (Lusa) - O Sindicato Independente dos Médicos disse hoje que se mantém o motivo da greve agendada para 11 e 12 de junho, apesar de o ministro da Saúde ter anunciado novos contactos com os sindicatos para evitar a paralisação.

"Para já, mantém-se o motivo da greve", o qual consta do pré-aviso, que tem 20 exigências, declarou à agência Lusa o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), Jorge Paulo Roque da Cunha.

O retormar das negociações com o Ministério da Saúde, que a tutela suspendeu, foi sempre uma das reivindicações dos médicos, que, segundo o dirigente sindical, só marcaram greve como último recurso, queixando-se da falta de diálogo.