Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde: Sete médicos cubanos entram hoje ao serviço no Alentejo Litoral

Lusa

  • 333

Sines, 02 ago (Lusa) - Sete dos dezassete médicos cubanos destinados a prestar cuidados nos serviços de saúde do Alentejo Litoral iniciaram hoje funções, depois de credenciados pela Ordem dos Médicos (OM), anunciou a Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo.

O diretor do Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Litoral (ACESAL), Paulo Espiga, confirmou à agência Lusa que os novos clínicos "já estão a dar consultas", embora "ainda com o apoio de colegas" e "numa fase de integração e habituação".

No início de julho, o responsável pelo agrupamento de centros de saúde tinha reconhecido que mais de 44.000 habitantes do litoral alentejano estavam sem médico de família. A situação nos concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Odemira, Santiago do Cacém e Sines tinha-se agravado quando, no final de junho, os 12 médicos cubanos que ainda exerciam funções regressaram a Cuba, após o período de três anos contratado.