Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde: Prémio Grünenthal distingue com 15 mil euros estudos sobre a dor da autoria de investigadores do Porto

Lusa

  • 333

Porto, 14 jun (Lusa) -- Estudos de investigadores do Porto sobre a origem da dor associada à osteoartrose e sobre um novo método de quantificação da dor venceram os prémios Grünenthal, no valor total de 15 mil euros, anunciou hoje a Fundação Grünenthal.

O Prémio de Investigação Básica (7.500 euros) foi atribuído à equipa de investigadores da Faculdade de Medicina do Porto/Instituto de Biologia Molecular e Celular, que integra Joana Ferreira Gomes, Sara Adães e José Castro Lopes, pelo trabalho "Mecanismos neurobiológicos da dor na osteoartrose".

A investigadora principal Joana Ferreira Gomes explicou à Lusa que o principal objetivo do estudo foi contribuir para "um maior esclarecimento do que está na origem da dor associada à osteoartrose, uma das principais causas de dor crónica a nível mundial".