Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde: Ocorrências cardíacas aumentam 60 por cento após atividade sísmica - estudo

Lusa

  • 333

Porto, 05 set (Lusa) - Um estudo desenvolvido por duas investigadoras portuguesas, que será apresentado, na quinta-feira, no Congresso Europeu de Epidemiologia, no Porto, revela que a taxa de ocorrências cardíacas aumenta 60 por cento face ao habitual nos dias seguintes a atividades sísmicas.

De acordo com as autoras Ana Isabel Ribeiro, do Instituto Superior de Saúde Pública da Universidade do Porto, e Maria de Fátima Pina, do Departamento de Epidemiologia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, a associação entre problemas cardíacos e terramotos já era conhecida.

Contudo, segundo as investigadoras, poucos estudos avaliavam o impacto que os sismos mais pequenos podiam ter nos episódios cardíacos não letais.