Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde não é área "prioritária" na contenção de despesa e até vai contratar em 2013 - ministro

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 nov (Lusa) - O ministro da Saúde, Paulo Macedo, disse hoje que a área que tutela não é uma prioridade na contenção de despesas que a discussão sobre o Estado social exige, lembrando que em 2013 serão até contratados novos profissionais para o setor.

"Não é na Saúde que haverá uma prioridade de redução [de despesa], bem pelo contrário. Temos várias áreas em que temos de fazer investimentos, quer em unidades de Saúde quer em contratações de profissionais", declarou Paulo Macedo à margem de uma intervenção na Ordem dos Economistas, em Lisboa.

A Saúde, sublinhou ainda, é "uma das áreas em que o Governo continuará a fazer uma descriminação positiva", admitindo o governante, contudo, que haverá "necessidade de acertos" e de "participar num esforço nacional" que a atual crise económica exige.