Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde: Este ano só podem ser criadas 56 novas unidades de saúde familiar

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 jul (Lusa) -- O Governo vai limitar este ano a constituição de novas unidades de saúde familiar (USF) a 56, sendo a zona Norte a que poderá criar mais entidades, segundo um despacho publicado hoje em Diário da República.

O despacho conjunto dos ministérios das Finanças e da Saúde estabelece em 56 o número máximo das USF, 23 das quais deverão ser constituídas na Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, 20 na ARS de Lisboa e Vale do Tejo, cinco na ARS do Centro e outras cinco na ARS do Alentejo e três na ARS do Algarve.

Fixa ainda em 35 o número máximo de unidades de saúde familiar que podem transitar do modelo A para o modelo B, sendo 17 no Norte, 12 na região de Lisboa e Vale do Tejo e duas nas ARS do Centro, Alentejo e Algarve.