Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde: Enfermeiros transmontanos queixam de discriminação nas horas extraordinárias

Lusa

  • 333

Bragança, 04 jul (Lusa) -- Os enfermeiros transmontanos queixam-se de continuar a ser vítimas de discriminação no pagamento de horas extraordinárias e ameaçam partir para formas de luta a decidir em plenários marcados para quinta-feira.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) anunciou hoje a realização de plenários, na quinta-feira de manhã, em Vila Real, e à tarde em Macedo de Cavaleiros.

O SEP acusa as instituições de saúde da região de fazerem "tábua rasa" das orientações do Ministério da Saúde" e de não estarem a pagar as horas extraordinárias devidas aos enfermeiros.