Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde: Custos com contratação de médicos tarefeiros aumentaram dois milhões em 2011 face a 2010

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 jun (Lusa) - O Ministério da Saúde anunciou hoje que gastou, em 2011, 93 milhões de euros na contratação de médicos através de empresas, mais dois milhões de euros em relação a 2010, apesar das restrições existentes para recorrer a estes serviços.

Em agosto do ano passado, o Ministério da Saúde (MS) determinou, através de despacho, que "a contratação de médicos na modalidade de prestação de serviços, por todas as instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS), só é admissível em situações de imperiosa necessidade".

O MS esclarece, em comunicado, que, "apesar dos esforços para garantir, de forma contínua, recursos humanos médicos suficientes para os cuidados especializados", mantém-se a necessidade de as instituições recorrerem, em determinadas situações, à contratação de profissionais através da prestação de serviços.