Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde: Centro Hospitalar do Médio Tejo quer desenvolver "polos de excelência"

Lusa

  • 333

Torres Novas, 21 Jun (Lusa) -- O Centro Hospitalar do Médio Tejo quer desenvolver "polos de excelência", apostando a terceira fase da reorganização no desenvolvimento dos serviços de Nefrologia, Pediatria, Oncologia, Cardiologia, Oftalmologia, Cirurgia Laparoscópica e na criação do serviço de Anatomia Patológica.

Numa conferência de imprensa de balanço das primeiras fases da reorganização iniciada em janeiro no CHMT, realizada em Torres Novas, o presidente do conselho de administração, Joaquim Esperancinha, afirmou que o centro hospitalar -- que integra os hospitais de Torres Novas, Tomar e Abrantes -- vai apostar na "diferenciação" e na promoção de sinergias com hospitais de proximidade.

Sublinhando que o CHMT dispõe do único serviço de Nefrologia do distrito, Joaquim Esperancinha afirmou que um dos projetos a desenvolver na terceira fase da reorganização será o aumento do número de postos de tratamento de 11 para 20, passando a ter uma capacidade de resposta para 90 doentes em programas de crónicos em ambulatório em 2014 (contra os 26 no final de 2011) e para 30 doentes em diálise peritoneal (contra 12 no final de 2011).