Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Salgado garante que BES não vai fazer despedimentos coletivos

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 nov (Lusa) -- O presidente do BES, Ricardo Salgado, disse hoje que o banco não vai fazer despedimentos coletivos, apesar de prever saídas de trabalhadores decorrentes de rescisões de contratos a termo e reformas.

"Não vamos de forma alguma utilizar despedimentos coletivos ou coisas do género nesta casa", disse hoje Ricardo Salgado, na apresentação de resultados do banco referentes aos nove primeiros meses deste ano, período em que o banco obteve um lucro de 90,4 milhões de euros, menos 47,4% do que no mesmo período do ano passado.

Segundo o banqueiro, "o BES é suficientemente eficiente para adaptar a sua estrutura às suas necessidades sem criar situações abruptas na organização", pelo que não se vai assistir no banco ao "filme que se está a passar noutras instituições".