Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Salgado desvaloriza tensão com Ricciardi por causa da sucessão no Grupo Espírito Santo

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 nov (Lusa) - O presidente do Banco Espírito Santo (BES) e líder do Grupo Espírito Santo (GES), Ricardo Salgado, considera que as tensões com José Maria Ricciardi, presidente do BES Investimento, em torno do processo de sucessão, não são exclusivas do grupo.

"São situações que acontecem na governação da banca. E não só do BES", afirmou Salgado, depois de questionado num evento da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), em Lisboa, sobre a matéria que fez correr muita tinta nos jornais desde a semana passada.

"Mas é tratado de forma própria. No grupo, é no conselho superior. E no BES, na assembleia geral, onde temos acionistas muito importantes, como o Crédit Agricole, e é por aí que as coisas têm que passar", acrescentou.