Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rússia libertou terceiro ativista da Greenpeace sob caução

Lusa

  • 333

São Petersburgo, Rússia, 19 nov (Lusa) -- Um tribunal russo libertou sob caução um terceiro ativista da Greenpeace detido por protestar contra a exploração petrolífera no Ártico, informou hoje a organização ambientalista.

O russo Andrei Allakhverdov, ativista da Greenpeace, foi libertado na noite de segunda-feira sob o pagamento de uma caução de dois milhões de rublos (cerca de 45 mil euros), disse o porta-voz da organização Dmitri Artamonov à agência AFP.

A decisão surge depois de Yekaterina Zaspa e Denis Sinyakov terem sido também libertados sob caução na segunda-feira.