Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rússia: Jovens do grupo "Pussy Riot" recorrem da condenação

Lusa

  • 333

Moscovo, 27 ago (Lusa) - As três jovens do grupo de punk russo "Pussy Riot" apresentaram hoje recurso da sentença que as condenou a dois anos de prisão por uma "oração" contra o Presidente russo numa catedral em Moscovo, indicou um advogado de defesa.

"Todos os documentos estão no dossiê" entregue no Tribunal Municipal de Moscovo, precisou Violetta Volkova à AFP.

Nadejda Tolokonnikova, de 22 anos, Ekaterina Samoutsevitch, de 29, e Maria Alekhina, de 24, foram condenadas a 17 de agosto a dois anos de prisão por "vandalismo" e "incitamento ao ódio religioso", depois de em fevereiro terem cantado uma "oração punk" na catedral do Cristo Redentor (ortodoxa) em Moscovo, pedindo à Virgem para "afastar (o Presidente russo Vladimir) Putin" do poder.