Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rui Moreira apela a pacto de regime para definição de quadro fiscal de longo prazo

Lusa

  • 333

Porto, 22 mar (Lusa) -- O presidente da Associação Comercial do Porto (ACP), Rui Moreira, apelou hoje ao estabelecimento de um pacto de regime para definição de um quadro fiscal de longo prazo que permita aos empresários saber com o que contam.

Durante a sessão de abertura da apresentação do estudo da PwC sobre os "principais desafios da indústria em Portugal", que decorre hoje no Palácio da Bolsa, no Porto, Rui Moreira afirmou ser necessário um "caderno reivindicativo" para além dos relatórios, que mostre aquilo que é necessário para a economia, a começar pela remoção de "imponderabilidades externas".

"Não podemos viver num país em que não sabemos, sequer, se nos vão aplicar medidas com efeito retroativo", disse o dirigente da ACP, para quem "seria muito útil" se houve um consenso político de longa duração que permitisse saber o que vai ter de ser pago, em termos fiscais, "em que condições e quais os critérios" para situações como a retenção de dividendos.