Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

RTP: Modelo de concessão "abandona obrigações do Estado no serviço público" - Emídio Rangel

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 ago (Lusa) - O antigo diretor-geral da RTP, Emídio Rangel, afirmou hoje, em declarações à Lusa, que o eventual modelo de concessão a privados da RTP1 "abandona completamente as obrigações que o Estado tem no serviço público".

Numa entrevista à TVI, na quinta-feira, o economista e consultor do Governo António Borges avançou com a possibilidade de concessionar a RTP1 a investidores privados, que considerou "muito atraente", e disse que provavelmente a RTP2 iria fechar, embora tenha assegurado que nada está ainda acordado sobre o futuro da empresa.

Hoje, fonte ministerial disse à Lusa que a concessão da RTP1 a privados e o eventual encerramento da RTP2 permitem ao Governo "reduzir os encargos públicos" com a estação de televisão, garantindo a "propriedade pública".