Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

RTP: Modelo anunciado "reduz encargos públicos" e garante "propriedade pública" da estação - Governo

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 ago (Lusa) - A concessão da RTP1 a privados e o eventual encerramento da RTP2, anunciados por António Borges, permitem ao Governo "reduzir os encargos públicos" com a estação de televisão, garantindo a "propriedade pública", disse hoje à agência Lusa fonte ministerial.

"O modelo que foi tornado público [na quinta-feira por António Borges] é o modelo que está em cima da mesa e é o modelo que cumpre os objetivos do Governo", disse fonte do gabinete de Miguel Relvas, ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, que tutela a comunicação social.

Os objetivos destas medidas passam por "libertar o Orçamento do Estado dos elevados custos com a RTP, cumprir o serviço público e garantir a propriedade pública da empresa", acrescentou a mesma fonte. Inicialmente a Lusa tinha noticiado que um dos objetivos era garantir a "propriedade privada" da empresa quando se trata da "propriedade pública".