Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Roseta pede esclarecimento público sobre alegado favorecimento do BES pela Câmara

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 mai (Lusa) - A vereadora da Habitação da Câmara de Lisboa, Helena Roseta, anunciou hoje ter pedido um esclarecimento público do alegado favorecimento do BES em detrimento do Santander Totta, num contrato de cessão de créditos a favor da EPUL.

A Câmara de Lisboa foi acusada de favorecer o Banco Espírito Santo (BES) em detrimento do Santander Totta num contrato de cessão de créditos a favor da Empresa Pública de Urbanização de Lisboa (EPUL), segundo uma denúncia entregue na Procuradoria-Geral da República (PGR) e que foi enviada para o Departamento de Investigação e Ação Penal.

"Não está suficientemente esclarecido. É preciso um esclarecimento público", disse hoje a vereadora do movimento Cidadãos Por Lisboa, eleita nas listas socialistas.