Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ricardo Salgado diz que projetos de investimento "contam-se pelos dedos"

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 abr (Lusa) - O presidente do Banco Espírito Santo (BES), Ricardo Salgado, respondeu hoje às declarações do primeiro-ministro Passos Coelho sobre a falta de apoio dos bancos às empresas e às famílias, afirmando que atualmente há pouca procura de crédito em Portugal.

"Os projetos de investimento contam-se pelos dedos de uma mão", disse aos jornalistas Ricardo Salgado, à margem de uma conferência promovida pela Comissão Bancária da Câmara de Comércio Internacional (ICC, na sigla em inglês), que junta em Lisboa responsáveis da banca de vários países.

"Os bancos portugueses têm ajudado o que podem, mas a preocupação do primeiro-ministro é legítima. Porém, os bancos portugueses enfrentam muitos constrangimentos, alguns deles impostos pela 'troika' [Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional], pelo que têm que ter especial atenção à qualidade do crédito", sublinhou.