Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Revista de Imprensa

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 mai (Lusa) -- A reunião do Conselho de Estado, que defendeu a necessidade de equilíbrio entre disciplina financeira, solidariedade e estímulo à economia, domina hoje as capas dos jornais diários, que realçam também a greve dos professores.

Nas primeiras páginas, os jonais destacam a greve dos professores, marcada para 17 de junho, data que coincide com o primeiro dia dos exames nacionais do ensino secundário, e uma manifestação nacional para 15 do mesmo mês.

Sobre este assunto, os jornais escrevem que os "docentes estão a preparar um fundo de maneio para compensar colegas mais penalizados" e ainda a notícia de que o ministro da Educação, Nuno Crato, considera "estranha" a paralisação.