Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Reuniões entre Governo e FMI são "guerra aberta contra Portugal" - Catarina Martins (BE)

Lusa

  • 333

Redação, 01 nov (Lusa) -- A deputada do Bloco de Esquerda Catarina Martins afirmou hoje que "ninguém acredita que um governo possa estar a estudar com o FMI a salvaguarda do estado social" e referiu que se trata de uma "guerra aberta contra Portugal".

"Ninguém acredita que um governo possa estar a estudar com o FMI a salvaguarda do Estado Social. (A) experiência do FMI por todo o mundo é de destruição do Estado Social", referiu Catarina Martins em declarações à Lusa.

A deputada respondia assim à informação veiculada pelo ex-presidente do PSD Luís Marques Mendes, na TVI24, na quarta-feira à noite, de que o Governo está a preparar a reforma do Estado anunciada pelo primeiro-ministro com técnicos do Fundo Monetário Internacional (FMI) que já estão em Portugal, tendo tido reuniões nos ministérios da Administração Interna e Defesa.