Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Retirada de sete filhos a uma mãe foi o "culminar de um processo longo" - Tribunal de Sintra

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 jan (Lusa) -- A presidente do Tribunal de Sintra afirmou hoje que a decisão judicial de retirar sete filhos a uma mãe foi o culminar de "um processo longo", depois de se concluir que se trata de uma família "estruturalmente desorganizada".

Em declarações à agência Lusa, a presidente do Tribunal da Comarca da Grande Lisboa Nordeste, Rosa Vasconcelos afirmou que o processo foi sinalizado em 2007 e foi acompanhado desde essa altura pelo tribunal e pela Segurança Social.

"É uma família bastante disfuncional a quem durante anos foram dadas várias oportunidades", mas há "um momento em que o tribunal tem que pôr mão e um travão às situações", disse Rosa Vasconcelos, ressalvando que não tem funções na área da família mas tem conhecimento do caso e do acórdão.