Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Retirada de apoios à Mata do Bussaco é perfeito absurdo -- Câmara da Mealhada

Lusa

  • 333

Mealhada, 20 mar (Lusa) - O presidente da Câmara da Mealhada classificou hoje de "perfeito absurdo" e uma decisão "sem pés nem cabeça" a anunciada retirada de apoios públicos à fundação que gere a Mata Nacional do Bussaco.

"O bebé é do Estado, é o Estado que o tem de alimentar. Mais valia acabarem com a fundação, ficarem com o menino nos braços, abrirem os portões e deixarem a Mata a saque", disse à agência Lusa Carlos Cabral.

O autarca, que hoje reuniu sobre o assunto com o grupo parlamentar do PS, irá ser recebido, em breve, pelo secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural e, na próxima semana, pelo grupo parlamentar do PCP.