Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Resultado das eleições italianas é "sinal de alarme" - UGT

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 fev (Lusa) -- O secretário-geral da União Geral de Trabalhadores (UGT), João Proença, afirmou hoje que o resultado das eleições italianas é "um sinal de alarme adicional" de que "a política de ultra-austeridade não é capaz de resolver os problemas".

João Proença, que falava após uma reunião com o secretário-geral do Partido Socialista (PS), entende que "hoje há um sentimento generalizado na Europa" de que, com políticas de austeridade, os problemas do crescimento não serão resolvidos.

Para o líder da UGT, "o resultado das eleições italianas são um sinal de alarme adicional, pelo descrédito em que está uma política mergulhada em austeridade" que "não é capaz de resolver os problemas dos cidadãos".