Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Responsável do BCE defende para Atenas mais tempo e os financiamentos necessários

Lusa

  • 333

Bruxelas, 10 nov (Lusa) - O membro alemão da direção do Banco Central Europeu (BCE) Jorg Asmussen defendeu hoje a atribuição de um prazo suplementar e os financiamentos necessários para que o ajustamento económico da Grécia seja um sucesso.

"É preferível que a Grécia se mantenha na zona euro. Se isso exige uma ajuda suplementar por mais um ano ou dois, isso é significativamente menos caros que uma saída ou rotura de pagamentos", explicou Asmussen numa entrevista ao jornal belga Echo, hoje publicada.

A situação da Grécia vai estar em cima da mesa na reunião de segunda-feira dos ministros das Finanças da zona euro em Bruxelas, mesmo não sendo esperada qualquer decisão sobre o desbloqueamento de uma ajuda de 31,5 mil milhões de euros, retida desde junho.