Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

República Centro-Africana: População quer permanência da nuclear francesa Areva

Lusa

  • 333

Bangui, 28 jun (Lusa) -- A população de Bakuma, no Sudeste da República Centro-Africana, onde o grupo nuclear civil francês Areva foi atacado no domingo, procurou impedir a saída dos franceses, receando que fosse definitiva, noticia hoje a AFP.

"A população de Bakuma fechou na terça-feira a estrada do local da sociedade francesa Areva para impedir os expatriados franceses de saírem da cidade", receando o abandono da jazida de urânio ainda por explorar, afirmou hoje uma fonte militar à agência noticiosa.

Os franceses, bem como dois naturais do país, foram transportados por avião especial na terça-feira.