Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Representante da ONU na Guiné-Bissau admite adiamento das eleições gerais para início de 2014

Lusa

  • 333

Bissau, 17 out (Lusa) - O representante especial da Organização das Nações Unidas (ONU) na Guiné-Bissau, José Ramos-Horta, admitiu hoje o adiamento das eleições gerais no país para o início de 2014.

Aquele responsável falava no final de uma reunião sobre o processo eleitoral que juntou membros do Governo, presidente da Assembleia Nacional Popular, partidos políticos e representantes da comunidade internacional.

A realização de eleições até final do ano "é de todo impraticável", mas não podem ser adiadas "muito para além das primeiras semanas de 2014", referiu Ramos-Horta.