Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Remo: Rascão Marques acusa Barros Vale de "tentativa de assalto ao poder" federativo

Lusa

  • 333

Porto, 20 ago (Lusa) -- O presidente da Federação Portuguesa de Remo, Rascão Marques, acusa o presidente do Sport Clube do Porto, Barros Vale, de "pressão" aos órgãos sociais e "tentativa de assalto ao poder" federativo.

Em missiva dirigida à Lusa, o dirigente recusa o cenário de demissão pedido pelos clubes em assembleia-geral, considera "ilegal" a criação de qualquer comissão administrativa e culpa Barros Vale de "tentativa de assalto ao poder, de qualquer maneira, sem olhar a meios nem fins".

"Num país democrático como o nosso não é admissível que haja pessoas que atuem sem pudor, nem respeito pelos outros, incomodando não só os próprios, bem como as suas famílias, isto para conseguir a qualquer preço o poder da Federação Portuguesa de Remo. Isto é uma vergonha para o desporto nacional e para o nosso país", diz Rascão Marques.