Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relatório sobre queda de ponte na ilha da Boavista responsabiliza, entre outras, empresa portuguesa MSF

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 22 jan (Lusa) - O relatório governamental sobre a queda de uma ponte na ilha cabo-verdiana da Boavista, em que morreram dois guineenses, apontou responsabilidades para várias empresas, entre a construtora portuguesa MSF, e o próprio Governo.

O documento foi apresentado hoje na Cidade da Praia pela ministra das Infraestruturas de Cabo Verde, Sara Lopes, que adiantou já estar criada uma equipa jurídica para "tirar ilações e agir em conformidade" em relação aos responsabilizados.

A ponte em causa, que liga o norte ao sul da Boavista, foi destruída na sequência do mau tempo registado no arquipélago em fins de setembro. Na ocasião, dois cidadãos guineenses tentaram atravessar a ribeira mas acabaram por ser atingidos pela força das água e os corpos nunca foram encontrados.