Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relatório responsabiliza empresa mineira e Governo pelo acidente de 2010 na Nova Zelândia

Lusa

  • 333

Sidney, 05 nov (Lusa) -- Um relatório oficial sobre a explosão na mina Pike River, que matou 29 mineiros em 2010, na Nova Zelândia, responsabiliza a empresa por ter beneficiado a "produção e as receitas" e o Governo por o ter permitido.

A Comissão Oficial de Investigação, que elaborou o relatório, criticou os executivos da Pike River pela construção de uma mina insegura e falta de formação dos trabalhadores, e o Ministério do Trabalho neo-zelandês por o ter permitido, apesar dos avisos e conclusões sobre acidentes mineiros anteriores.

O relatório indica que os inspetores do Ministério do Trabalho não analisaram de forma adequada os dados e procedimentos de segurança da mina, já que 48 dias antes do acidente surgiram 21 relatórios que alertavam para o excesso de gás metano no interior da mina.