Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relação mantém condenação a Carlos Queiroz e anula litigância de má fé

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 fev (Lusa) - A Relação de Lisboa manteve a pena de pagamento de comissão de agenciamento de Carlos Queiroz a um agente FIFA e anulou a condenação de litigância de má fé imposta pelo Tribunal de Oeiras ao atual selecionador de futebol do Irão.

No acórdão de 31 de janeiro, a que a agência Lusa teve acesso, o Tribunal da Relação de Lisboa negou o recurso de Carlos Queiroz à pena de pagamento de 56.250 dólares (41.924,10 euros, ao câmbio atual) ao empresário de origem iraquiana Salem Jawad pelo agenciamento junto da federação de futebol dos Emirados Árabes Unidos.

A este valor acrescerá os juros vencidos e vincendos desde 07 de outubro de 1999 até ao integral pagamento, pelo que o montante da comissão que Carlos Queiroz terá de pagar a Salem Jawad ascende já a 120.000 euros.