Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relação do Porto nega indemnização a clientes de banco apanhados pela crise islandesa

Lusa

  • 333

Santa Maria da Feira, 12 abr (Lusa) - A Relação do Porto revogou uma decisão do Tribunal de Santa Maria da Feira que tinha condenado o Banco Popular ao pagamento de 270 mil euros a um casal de clientes, por violação do dever de informação.

O caso remonta a 2007, quando os autores, por intermédio do Banco Popular, adquiriram obrigações, no valor de 375 mil euros, de um banco islandês, que prometia altas taxas de remuneração.

Alguns meses depois, os tribunais islandeses declararam a insolvência deste banco, estando aquela instituição proibida de efetuar a devolução de qualquer capital neste investido ou a proceder a pagamento de juros por conta desse mesmo capital.