Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relação "devolve a razão" à Rádio Universitária no diferendo sobre emissor de Braga

Lusa

  • 333

Braga, 24 abr (Lusa) - O Tribunal da Relação declarou "ineficaz" a escritura de propriedade do transmissor de Santa Marta das Cortiças, feita pela Antena Minho, "devolvendo" a razão à Rádio Universitária no diferendo sobre o equipamento partilhado pelas duas estações de Braga.

O diferendo judicial entre as duas estações começou depois da Antena Minho ter registado, por usucapião, a propriedade do emissor, que foi reconhecida pelo tribunal de primeira instância. No entanto, a Rádio Universitária do Minho (RUM) discordou e recorreu para o Tribunal da Relação de Guimarães.

Apesar de retirar razão à Antena Minho -- que, contactada pela Lusa, afirmou que vai recorrer desta decisão - o recurso da Universitária foi apenas "julgado parcialmente procedente", uma vez que a estação da academia minhota pedia também que lhe fosse reconhecida, por usucapião, a propriedade sobre o equipamento.