Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relação de Lisboa rejeita recurso de ex-presidente do BES-Angola sobre apreensão de 3ME

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 nov (lusa) - O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) rejeitou um recurso do ex-presidente do BES Angola Álvaro Sobrinho que contestava a apreensão de uma quantia em dólares no valor de três milhões de euros, revelou à agência Lusa fonte do TRL.

Segundo a mesma fonte, os desembargadores do TRL entenderam, no acórdão que julgou improcente o recurso, que, apesar de não haver indícios fortes da prática do crime pelo qual o arguido Álvaro Sobrinho está indiciado pelo Ministério Público, existe matéria que justifica que se mantenha a apreensão da quantia (em dólares) que ronda os três milhões de euros.

A fonte lembrou que este acórdão do TRL foi num sentido algo diferente dos restantes decisões já proferidas pela Relação de Lisboa sobre recursos interpostos por Álvaro Sobrinho, que, quanto às medidas de coação, viu este tribunal superior levantar arrestos, cauções e congelamentos de contas bancárias, por considerar não existirem "indícios fortes" dos crimes pelos quais está indiciado na investigação que corre há anos no Departamento Central de Investigação e Ação Penall (DCIAP).