Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relação confirma condenação a dono de iate que levava 2,5 toneladas de cocaína

Lusa

  • 333

Ílhavo, 22 jul (Lusa) - O Tribunal da Relação de Coimbra manteve a decisão do Tribunal de Ílhavo que em junho de 2012 condenou a 13 anos de prisão o dono de um iate onde seguiam cerca de 2,5 toneladas de cocaína.

No acórdão a que a Lusa teve hoje acesso, os juízes da 4.ª secção criminal da Relação de Coimbra negam provimento ao recurso, mantendo-se na íntegra a decisão recorrida, que condenou o arguido pela prática de um crime de tráfico de estupefacientes agravado.

Em declarações à Lusa, o advogado que defende o comerciante internacional, de 75 anos, já disse que irá recorrer da decisão para o Supremo Tribunal de Justiça.