Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relação aprecia hoje recursos de condenados a penas entre seis e 20 anos da Máfia Brasileira

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 nov (Lusa) - O Tribunal da Relação de Lisboa começa hoje a apreciar os recursos de cinco arguidos condenados em primeira instância a penas entre os seis e os 20 anos, no âmbito do caso conhecido como Máfia Brasileira.

No acórdão lido a 30 de novembro de 2011, no Tribunal de Monsanto, em Lisboa, o coletivo de juízes condenou Miguel Ângelo Baptista a 20 anos de prisão, Eduardo Wesley e Helder Varela a 17 anos, Jorge Teixeira, militar da GNR, a sete anos e Felisberto Fragoso a seis anos e três meses de cadeia.

Os advogados consideraram as penas excessivas e apresentaram recurso para a Relação que na tarde de hoje recebe a primeira audiência de julgamento, que terá como presidente do coletivo de juízes desembargadores, Trigo Mesquita.