Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Reino Unido: WikiLeaks condena ameaça de invasão da embaixada do Equador

Lusa

  • 333

Sidney, 16 ago (Lusa) -- O portal WikiLeaks condenou hoje em comunicado a ameaça das autoridades britânicas de invadirem a embaixada do Equador em Londres, onde o seu fundador Julian Assange aguarda uma resposta a um pedido de asilo, prevista para hoje.

"O WikiLeaks condena fortemente a tentativa de intimidação do Reino Unido", refere a nota, salientando que uma "ameaça desta natureza é hostil e extrema, não é proporcional às circunstâncias e trata-se de um ataque sem precedentes contra os direitos de quem solicita asilo em todo o mundo".

No comunicado, o portal constata que a embaixada do Equador em Londres estava cercada pela polícia "numa demonstração de força ameaçadora" e que a eventual invasão da representação diplomática será "um ato unilateral e vergonhoso e uma violação da Convenção de Viena que protege as embaixadas em todo o mundo".