Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rehn sublinha necessidade de "justiça social" no reajustamento de Portugal

Lusa

  • 333

Luxemburgo, 09 out (Lusa) -- O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, defendeu hoje, no Luxemburgo, a necessidade de Portugal prosseguir os esforços de consolidação orçamental e aumento da competitividade de uma forma que seja "socialmente justa".

Rehn, que falava a jornalistas à margem de uma reunião de ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin), ao ser questionado sobre o aumento de impostos decidido pelo Governo português, apontou que "foi necessário restabelecer a sustentabilidade das finanças públicas em Portugal, porque os desequilíbrios económicos foram-se acumulando e tornaram-se particularmente gravosos no caso de Portugal".

Afirmando-se "absolutamente consciente" das "dificuldades" que o povo português enfrenta neste esforço de reajustamento, o vice-presidente da Comissão Europeia apontou que é "essencial" restaurar a competitividade da economia portuguesa, pois só assim se alcançará uma retoma sustentável, mas vincou repetidamente que "ao mesmo tempo é muito importante que tal seja feito respeitando a equidade social".