Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Regresso de parceiros da Guiné-Bissau depende de "passos decisivos" -- Brasil

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 mar (Lusa) -- A embaixadora do Brasil na ONU defendeu hoje que as autoridades da Guiné-Bissau terão de dar "passos decisivos" para que alguns dos principais parceiros do país retomem a cooperação, suspensa desde o golpe militar de 2012.

"O golpe de Estado (de abril de 2012) neutralizou os esforços e minou a confiança de parceiros internacionais chave", disse a embaixadora Maria Luiza Ribeiro Viotti na Assembleia Geral da ONU.

"Esperamos que sejam dados passos decisivos na Guiné-Bissau para permitir a reposição da cooperação internacional com o país", adiantou a diplomata, que preside à Comissão para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau.