Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Regantes e agricultores ameaçam processar Estado para impedir concessão de rede do Alqueva

Lusa

  • 333

Beja, 05 mar (Lusa) - Federações de regantes de Portugal e associações de agricultores do Baixo Alentejo anunciaram hoje a intenção de processar o Estado para impedir a concessão da rede secundária do Alqueva à empresa gestora do projeto, o que consideram "ilegal".

"A Federação Nacional de Regantes de Portugal (Fenareg) e a Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) unem-se pela defesa dos direitos dos agricultores e decidiram processar o Estado para impedir a concessão" da rede secundária do projeto à Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA), referem as organizações, num comunicado enviado hoje à agência Lusa.

"A gestão pela EDIA é ilegal", consideram, referindo que "a lei atribui às organizações de agricultores a gestão dos blocos de rega da rede secundária do Alqueva", que é constituída pelas infraestruturas de captação, adução e distribuição de água entre as albufeiras do sistema global de rega e a entrada das explorações agrícolas situadas nos perímetros de rega.