Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Recursos naturais "não vão ofuscar" prioridade à agricultura em Moçambique -- PR

Lusa

  • 333

Maputo, 12 abr (Lusa) - O Presidente moçambicano garantiu que os recursos naturais "não vão ofuscar" a prioridade conferida pelo governo à agricultura, porque 88% dos agregados familiares a praticam, emprega 81% da população ativa e contribuindo em 25% para o PIB.

Falando hoje em Maputo no lançamento do Plano Nacional de Investimento no Setor Agrário, Armando Guebuza destacou o "grande impacto que a descoberta de vastos recursos naturais, tais como carvão e gás natural, vai ter, a médio e longo prazos em diferentes setores da economia" moçambicana.

"Porém, estas descobertas não vão desfocar a atenção que prestamos ao setor agrário nem vão ofuscar a prioridade que conferimos ao melhoramento das tecnologias agrárias, tendo em vista o aumento da produtividade agrária no contexto da luta contra a pobreza, a nossa agenda da atualidade", considerou.