Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Receitas com taxas moderadoras em 2012 ficou aquém do definido pela 'troika'

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 jul (Lusa) - O Serviço Nacional de Saúde cobrou no ano passado 171,4 milhões de euros em taxas moderadoras, um valor que ficou aquém das metas previstas no memorando de entendimento, que estabelecia um objetivo de 231,5 milhões de euros.

De acordo com um relatório elaborado pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS) sobre "O novo regime jurídico das taxas moderadoras", que entrou em vigor a 01 de janeiro de 2012, o memorando de entendimento traçou uma meta a alçcançar com a cobralnça de taxas moderadoras, no valor de 231.586.949 euros em 2012.

No entanto, o valor total cobrado ascendeu aos 171.443.375 euros, menos cerca de 50 milhões do que o previsto.