Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rebeldes somalis afirmam que refém francês está vivo e vai ser julgado, Paris anuncia fracasso da operação

Lusa

  • 333

Mogadíscio, 12 jan (Lusa) - Os rebeldes islamitas somalis afirmaram hoje que o refém francês, que sequestraram em 2009, está vivo, depois do fracasso de uma operação militar francesa para o libertar.

O ministério da Defesa francês tinha já anunciado o fracasso da operação para libertar o refém francês no sul da Somália, mas indicou que Denis Alex, agente dos serviços secretos franceses, tinha sido morto "pelos seus carcereiros".

Num comunicado enviado à agência noticiosa francesa AFP, os "shebab" acrescentam que vão julgar o refém, sequestrado na Somália desde julho de 2009, "dentro de dois dias".